contato@gazetaitapirense.com.br 

(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 07/04/2021

Batalhão da PM se transforma em central de vacinação

Até sexta-feira, todo efetivo da área da Segurança Pública do Estado de São Paulo, acrescido dos efetivos das guardas municipais, deverão ter recebido a primeira dose da vacina contra a covid. Para dar conta de toda esta demanda, a corporação vem promovendo um esforço de logística e de pessoal para que tudo saia conforme o planejado, nenhum servidor relacionado sem a vacina e o principal; sem aglomerações.

Com estas diretrizes, a sede do 26º Batalhão de Polícia Militar de Mogi Guaçu se transformou desde segunda-feira, dia 05, em uma central de vacinação. Segundo a assessoria de comunicação do 26º Batalhão, estão sendo vacinados todos os profissionais de oito municípios subordinados (Mogi Guaçu, Estiva Gerbi, Mogi Mirim, Holambra, Pedreira, Jaguariúna, Itapira e Santo Antônio de Posse) incluindo bombeiros, rodoviários e ambiental, policiais civis, polícia científica e guardas municipais.

Ainda de acordo com o setor de comunicação, até sexta-feira todo o efetivo da 3ª Cia que inclui Itapira e Santo Antônio da Posse, serão vacinados. A campanha prossegue até o dia 12 deste mês. Ao todo serão em torno de 1100 profissionais vacinados com a vacina Astrazeneca, até sexta-feira, em um ambiente apropriado, sem aglomeração e seguindo todos os protocolos de segurança e higienização. Em todo o Estado serão 134 mil agentes de segurança atendidos nos quartéis.

Expectativa é de que cerca de 1.100 profissionais estejam vacinados até sexta-feira

O capitão PM Fábio José Vieira dos Santos, comandante da 3ª Cia de Itapira, informou que foi elaborada uma escala para prevenir a ocorrência de aglomerações, incluindo os colegas da Guarda Municipal e Defesa Civil. Segundo ele, o efetivo ficou satisfeito com a medida de incluir os profissionais da área de segurança dentro dos grupos prioritários. “A adesão é de 100%”, revelou.

 

 

Últimas Notícias

Guia Comercial

error: