(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 29/06/2020

Termina amanhã prazo para entrega da declaração do IR

Termina nesta terça-feira, dia 30, o prazo final para envio das declarações do Imposto de Renda Pessoa Física.  De um total de 32 milhões de formulários previstos para serem entregues, o órgão estima que mais de 10%, ou cerca de 5 milhões e 300 mil declarações, ainda não haviam sido enviadas.

O prazo para a entrega da declaração, que começou em 2 de março e acabaria no dia 30 de abril, sendo prorrogado por 60 dias por causa da pandemia da covid-19. Escritórios de contabilidade ouvidos pela GAZETA afirmaram que desde a semana passada cresceu muito o movimento der pessoas que procuram aprontar a documentação. Como sempre ocorre em períodos iguais a este, o sistema do órgão federal fica sobrecarregado, trazendo uma série de transtornos para quem está tentando enviar sua documentação. A perda de prazo implica em pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Devem entregar a declaração 2020 (ano-base 2019) os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado, o equivalente a R$ 2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro. Também devem apresentar a documentação aquelas pessoas que tiveram receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50, contribuintes com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte de mais de R$ 40 mil, e contribuintes com patrimônio superior a R$ 300 mil até 31 de dezembro de 2019.

O formulário deve ser entregue também por quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou fez operações na bolsa de valores, quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês no ano passado e quem optou pela isenção de Imposto de Renda incidente sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais e comprou outro imóvel até 180 dias depois da venda.

Quando se trata de atividade rural, é obrigado a declarar o contribuinte com renda bruta superior a R$ 142.798,50. Também deve preencher a declaração quem teve, em 31 de dezembro do ano passado, a posse ou propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, com valor total superior a R$ 300 mil.

Últimas Notícias

Guia Comercial

error: