(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 25/03/2020

Coronavírus: como nossa empresa passará por mais esta?

O novo coronavírus (covid-19) provocará mudança nos hábitos de consumo da população em todo país e nas cidades não será diferente, todos terão que se adaptarem para passar por esse período. Vou relatar informações coletadas de outros países sobre o comportamento do consumo durante os momentos mais críticos e apresentar sugestões que possam auxiliar, neste momento.

Padrão 01 – Quando surgiram os primeiros casos, as pessoas aumentaram o interesse em produtos relacionados à saúde e ao bem-estar, nas farmácias, os consumidores, em outros países, aumentaram o hábito de buscar produtos ricos em vitamina C. Nesse momento, o comércio deve se preparar para o fornecimento desses itens.

Padrão 02 – Onde estamos hoje? – Apareceram as primeiras confirmações dos casos de transmissão local e as primeiras mortes. Nessa hora, em outros países, aumentou a demanda pelos produtos de prevenção. As farmácias devem preparar seus funcionários para orientarem os clientes sobre a doença e divulgar nas redes sociais os remédios e as formas disponíveis podem ser uma boa estratégia para engajarem os clientes e mostrarem preocupação com a saúde de todos.

Padrão 03 – Quando iniciou o aumento dos casos comprovados, as lojas registraram que os consumidores provocaram uma demanda exagerada por alimentos não perecíveis e produtos de higiene. Nesse momento, os supermercados e as lojas devem ter uma atenção redobrada para reposição de prateleiras e de caixas. Lojas e prestadores de serviços, bares e restaurantes etc. precisam ficar atentos aos pedidos aos fornecedores para evitarem perdas e dificuldades financeiras. Nas lojas de roupas, atenção redobrada, estamos entrando na troca de estação/coleção. Postos de gasolina devem reforçar o atendimento, pois acontecerá o aumento da procura.

Padrão 03 – Nessa fase, apareceram pontos emergências pontuais, ou seja, os casos começaram a ficar mais próximos de todos, isso provocou o aumento de pessoas em quarentena e a maior procura por compra online, assim como a demanda para os serviços de entrega, houve queda nos shoppings e nas lojas tradicionais e ocorreu a falta de alguns itens nos supermercados.

Caso isso também aconteça por aqui, as empresas mais impactadas pela queda no consumo devem avaliar se vale a pena deixar as portas abertas o dia todo ou quais os melhores horários e revezamentos. Aproveitem para divulgar em suas redes sociais suas decisões para que seus clientes entendam a ação e se dirijam aos seus estabelecimentos nas horas e nos dias certos, lembrando que essas ações, se escolhidas, devem ter como premissa redução de custos e conservação da vida.

Padrão 04- Quando aconteceu de aparecerem muitos casos de pessoas com quarentena, praticamente, não houve mais movimento no comércio tradicional, o alcance do comércio online ficou limitado, surgiu o desabastecimento e uma variação para cima dos preços dos produtos. Se isso chegar aqui, será o momento para resolver pendências na empresa, fazer balanço, organizar, elaborar projetos, refazer as vitrines, pequenos consertos e preparar ações para retornar ao mercado, quando tudo voltar ao normal.

Padrão 06 – Ao final da quarentena, as pessoas voltarão para suas vidas normais diárias (escolas, trabalho, viagens, etc.). Se mantiverem uma atenção redobrada com a saúde. Ao chegar nesse ponto o Comércio Varejista, Atacadista e Serviços devem estar preparados para atender a demanda que ficou reprimida, nesse caso, pode ser preciso aumentar os turnos na empresa.

Como em toda crise, a empresa não pode parar, tem que se manter em pé funcionando com o mínimo e saudável, organizada, planejada. Quando a crise passar, a demanda volta reprimida,  precisando de atenção e de bom atendimento. As empresas mais preparadas e organizadas saem na frente. Durante todo momento da crise não deixe que seus clientes se esqueçam de você, lembre-se de que ele estará nas redes sociais. Esteja lá também.

Pense nisso, boa saúde e boa semana!

Últimas Notícias

Guia Comercial