(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 25/03/2020

Itapirenses relatam situação caótica vivida pelos italianos

As dramáticas imagens que chegam a todo instante da Itália, exibindo o lado mais perverso da pandemia, tem sido presenciadas por muitos itapirenses radicados naquele país.

É o caso do casal Bárbara Cristina Brandão e Lucas Bozzo, radicados na cidade de Cossato, província de Biella há 15 meses. Aquilo que os itapirenses somente agora começam a provar, o confinamento, os italianos experimentam desde o dia 10 deste mês, ainda sem data para acabar. “Aqui ninguém sai de casa. Está tudo fechado. Só saídas emergenciais para ir ao supermercado e à farmácia. Quem trabalha tem queque comprovar. A polícia faz a fiscalização e multa quem infringe as regras”, contou Bárbara.

Lu8cas e Bárbara relataram a rotina de sacrifícios

O casal disse que está trabalhando. Ela trabalha com vendas on line e o marido é metalúrgico. Mudaram-se para a Itália depois de obter cidadania. Bárbara conta ainda que mantém contato com frequência com os familiares e fala da situação vivida pelos italianos. “Nossos pais demonstram muita preocupação conosco”, disse ela. Avalia ainda que a situação agora se inverte e eles é que passaram a ficar preocupados com os amigos e familiares de Itapira.

Bárbara aconselha aos itapirenses para que não negligenciem a epidemia e cumpram as medidas de restrição na íntegra. “Importante o isolamento para impedir que pessoas mais saudáveis se contaminem e levem para casa o vírus que vai ser potencialmente perigoso para os mais idosos. Aqui na Itália a grande maioria dos mortos eram pessoas com mais idade”, testemunhou.

 

Caos

A GAZETA conversou também com a brasileira Adriene Garcia, que mora em Mantova, na Lombardia, epicentro da doença na Itália. Ela mora no local há 04 anos e é o contato do Círcolo Italo-Braziliano di Itapira para agilizar processos de concessão de cidadania. “A gente tem visto o caos de perto. Tudo isso é muito aterrorizante. Torço para que as pessoas no Brasil levem a sério as medidas que as autoridades estão tomando”, comentou.

Adriene é contato de itapirenses na Itália

 

Últimas Notícias

Guia Comercial