(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 

  • Orgulho-de-ser-itapirense
(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 19/05/2020

Fatec de Mogi faz doação de protetor facial para Santa Casa

O crescente movimento de solidariedade atrelado ao enfrentamento da pandemia da Covid-19 tem produzido muito mais do que o reforço do sentimento altruísta que contagia à maioria das pessoas. Tem mobilizado a sociedade do conhecimento para soluções que exigem celeridade e a comunidade acadêmica aqui da região tem feito sua parte.

Um projeto gestado na Faculdade de Tecnologia (FATEC) “Arthur de Azevedo”, em Mogi Mirim, está permitindo uma produção escalonada de protetores faciais (face shield), item que sumiu do mercado e se constituiu em uma peça de EPI (equipamento de proteção individual) indispensável dentro do ambiente hospitalar.

De iniciativa dos estudantes João Paulo Arruda e Rahyan Wesguerber, o projeto consistiu no desenvolvimento de uma impressora digital programada para produzir as referidas peças. Além do apoio incondicional da direção da Faculdade, o projeto recebeu recursos da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (ACIMM) da vizinha cidade e da empresa Balestro, tradicional fabricante de transformadores de energia elétrica.

O diretor André Luís Ferrari de Moura Giraldi, explica que o processo de criação do equipamento guarda relação com um trabalho de conclusão de curso e foi intuído a partir da constatação da gravidade da falta der EPIs na rede hospitalar no exato momento que a covid- 19 se espalhava por todo o país.

Professor André, diretor da FATEC de Mogi Mirim: feliz em poder colaborar

A primeira remessa de 30 equipamentos foi dividida em dois lotes de 15, um entregue para a Secretaria de Saúde de Mogi Mirim, e o outro, para a Santa Casa de Itapira. “Ficamos muito satisfeitos em atender a uma demanda da Santa Casa de Itapira, município que sempre tem participado de forma diferenciada das nossas iniciativas”, comentou professor André.

O projeto já ingressou em uma fase mais adiantada, com a construção de um equipamento mais robusto, que permitirá a entrega de até 130 protetores por semana, com o objetivo de serem doados para hospitais e serviços de saúde de cidades aqui da região.

 

Em Itapira

A gerente hospitalar da Santa Casa, Sandra Helena Germiniani Graniero, conta que uma colaboradora do Hospital tem um filho matriculado na FATEC de Mogi Mirim e foi ele quem reportou a novidade. “Assim que soube do projeto, contatei a direção da FATEC e para minha satisfação as conversas fluíram de forma natural e muito rápida. Dois dias depois (na quinta-feira, 07 de maio) estivemos em Mogi Mirim visitando a FATEC e já voltamos de posse de todo o material”, descreveu. Sandra foi acompanhada do colaborador Marcos Paulo de Almeida.

Sandra exibe uma das peças fabricadas pela Fatec: uso essencial

A gerente informou ainda que os protetores faciais recebidos podem ser esterilizados, permitindo seu manuseio por mais de uma pessoa. Ela estima que cada peça custe em média cerca de R$ 30,00 no mercado. Além do lote da FATEC, nossa Santa Casa conseguiu a doação de um equipamento parecido, também em Mogi Mirim, da empresa Cortag. “Fizemos um estoque com 29 novas peças, algo difícil de se conseguir nos dias de hoje”, comemorou.

 

Últimas Notícias

Guia Comercial

error: