(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 09/09/2020

Esportiva estreia na “Bezinha” contra o Amparo em outubro

Após um longo período de espera, finalmente, as equipes que tinham pretensão em disputar a série B do futebol profissional de São Paulo – equivalente à 4ª divisão – já reiniciaram o período de preparação. Ontem, feriado municipal, foi dia de apresentação na sede da Sociedade Esportiva Itapirense.

O clube estreia dia 18 de outubro, às 15h00 contra o Amparo, sem presença de público. Antes da pandemia, a competição estava programada para ter início em abril, com 42 equipes, divididas em seis grupos com 7 participantes. Neste período sete equipes desistiram da disputa, o que levou a Federação Paulista de Futebol (FPF) a reformular o torneio com sete grupos e cinco clubes em cada um.

A Esportiva figura no grupo 5, que traz ainda o Atlético de Amparo, Brasílis de Águas de Lindoia e duas equipes de Guarulhos, na grande São Paulo, o Flamengo e a Desportiva. A fase de classificação vai até 18 de novembro. Classificam-se para a próxima fase os dois melhores de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados.

De acordo como cronograma divulgado pela Federação Paulista de Futebol, a partir de segunda-feira, 14, terão início testes de avaliação médica e física, inclusive com a aplicação do teste que detecta a presença do novo corona vírus. Após a chegada dos resultados, começa o período de treinamento propriamente dito.

Ronaldo Cesar da Silva, 38, atual presidente da Esportiva, disse que lamenta profundamente tudo o que ocorreu até aqui, mas considera que o momento é de arregaçar as mangas. Ele disse que Junior Paulista, contratado para dirigir a equipe antes da pandemia, preferiu ficar fora da disputa. Em seu lugar, a diretoria efetivou Eduardo Clara, aquele mesmo que dirigiu a equipe que causou sensação na Copa São Paulo de Futebol Júnior, disputa em janeiro. “O torcedor pode ter a certeza de que teremos uma equipe forte disputando o torneio”, garantiu.

Diretoria do clube aposta nos talentos da base para fazer boa campanha

Base

Além da aposta em garotos da base, Silva disse que o clube fez algumas contratações pontuais com o objetivo de ir longe no torneio. Ele não esconde que a meta – apesar de toda sorte de dificuldades impostas pela pandemia – é conseguir o acesso para a série A-3. “A exemplo de todas as demais equipes, enfrentamos problemas diversos, especialmente do ponto de vista financeiro. Mas tenho convicção de que reunimos condições ideais para realizar uma grande campanha”, pontuou.

 

 

 

Últimas Notícias

Guia Comercial

error: