(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
(19) 9 8187 9851
contato@gazetaitapirense.com.br 
  • 28/06/2020

Contabilidade e tributação para comércio eletrônico

As vendas pela internet têm ganhado cada vez mais espaço no mercado e aumentaram consideravelmente devido a pandemia do novo Coronavírus. Por esse motivo, muitos empreendedores estão começando a investir nesse modelo de negócio. Assim como em qualquer empresa, existem obrigações que precisam ser cumpridas, mas, devido às suas particularidades tributárias e contábeis, contar com o apoio de especialistas é fundamental.

Quer entender a importância de contar com um profissional contábil para que o seu comércio eletrônico funcione dentro da legalidade e seja rentável? Continue a sua leitura!

A contabilidade para e-commerce se inicia logo na abertura da empresa e registro no CNPJ. Mesmo sendo possível efetuar as vendas online e cadastrar meios de pagamento por meio do CPF, ao contar com CNPJ você adquire certas vantagens, como: emissão de notas fiscais; aumento da credibilidade; maior acesso a compras facilitadas; obtenção de empréstimos e financiamentos, entre outros.

Por este motivo, é recomendável regularizar sua loja virtual e aumentar as chances de ter uma gestão eficaz e expandir o negócio.

A definição do regime tributário é essencial para gerenciar os custos e cumprir com as obrigações adequadamente. Entre as alternativas do e-commerce estão:

Lucro Presumido e Lucro Real: boas opções para companhias que faturam até R$ 78 milhões ou mais, respectivamente;

Simples Nacional: indicado para negócios de micro e pequeno porte.

Assim que o negócio estiver apto a emitir nota fiscal eletrônica, é fundamental saber como preenchê-la adequadamente, além de entender qual o tipo de operação se enquadra no ramo de atuação. Todas essas orientações devem ser obtidas por meio do auxílio de um contador, que vai cuidar de toda fiscal e  contábil no negócio e gerar os documentos necessários, assegurando o pagamento correto dos tributos e a manutenção das requisições impostas por lei em dia.

Os tributos incidentes para um e-commerce são recolhidos da mesma maneira que na loja física. A diferença está no recolhimento do ICMS, já que nas vendas online a arrecadação é feita de maneira diferente. Nesse caso, o imposto é recolhido somente pelo estado de destino nas compras realizadas por meio digital. Além disso, as alíquotas podem variar conforme os estados de origem e destino das operações realizadas.

As tarefas tributárias são complexas e burocráticas, por isso, não podem ser deixadas para a última hora e nem erros podem ser cometidos, já que isso pode gerar a aplicação de penalidades e multas por parte do Fisco.

Os períodos de tributação são os mesmos da empresa física, então, é possível se preparar, organizar e estar atento a todos os prazos estabelecidos para o cumprimento das obrigatoriedades.

A organização é fundamental para uma gestão empresarial eficaz. Vários são os erros cometidos por alguns empreendedores, como não elaborar um planejamento tributário, negligenciar a emissão das notas fiscais, deixar de recolher os tributos em dia, dentre outros. No entanto, com o apoio de uma contabilidade especializada em e-commerce, é possível contar com todo o auxílio contábil, tributário, financeiro e de folha de pagamento necessário para o sucesso da operação de comércio eletrônico da empresa.

Agora que você conhece a importância de um serviço contábil especializado para realizar vendas pela internet de forma eficiente, entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar você e sua empresa nesse processo!

Rodrigo Ferreira da Artdata Contábil. (rodrigo@artdatacontabil.com.br)

CRC 1SP334423/O-8

Últimas Notícias

Guia Comercial

error: